Top Dez Piores Episódios de Batman – A Série Animada

Que Batman – A Série Animada é fantástico sob todos os aspectos, todos nós sabemos, porém o pessoal do Topless Robots resolveu criar uma lista com os 10 piores episódios da série.

A matéria foi traduzida pelo nosso colaborador Thiago Vieira. Divirtam-se:

Por Matt Wilson

batman a série animada

Nunca houve um desenho animado de super-heróis melhor do que Batman: A Série Animada. A série estava tão à frente das outras da época (e na verdade, até hoje) que dizer que houveram episódios ruins parece um sacrilégio.

Mas vamos encarar a verdade, pessoal: Existem algumas exceções entre os 109 episódios da série (especialmente se você incluir As Novas Aventuras de Batman, o qual eu incluo). Podemos não concordar em quais são os piores – por exemplo, a maioria das pessoas não gosta do episódio estilo filme de monstro “Animais”, o qual eu considero um barril de diversão – mas nós provavelmente podemos concordar que a parte boa supera significantemente a ruim. Ainda assim, vale lembrar que a série não era sempre perfeita – E aqui estão 10 episódios de Batman A Série Animada que provam isso.

10) Asas de Couro

batman asas de couroO primeiro episódio de B:ASA não é completamente terrível. Ele teve muita pressão, por estabelecer a aparência e o clima de série (E cara, ele estabeleceu. A primeira cena do Batmóvel teve 15 segundos. Quer dizer, é admitidamente, um carro pelo qual se vale passar dos limites). A animação é muitas vezes bonita, e nos dá uma boa impressão dos personagens recorrentes – especialmente do Comissário Gordon e do Detetive Bullock– e a maturidade da série já está presente desde o início (Há até mesmo sangue!).

Mas ele tem alguns problemas típicos de episódios pilotos. Alfred não soa como deveria (o dublador daqui, Clive Revill, foi rapidamente trocado pelo familiar Efrem Zembalist Jr.), A voz excessivamente notória de Kevin Conroy parece com a de um policial antes de parecer com Bruce Wayne, e o mistério se embrulha um pouco rápido demais. O maior problema é o Batman, pela primeira vez em que ele aparece, ele entende tudo errado. Ele deduz que o demasiadamente óbvio Dr. March é o morcego humano, quando qualquer um com o mínimo conhecimento de vilões sabe que é o alegre Dr. Kirk Langstrom. Isso depois de passar metade do episódio analisando fios de cabelo e sons que no final não tem utilidade nenhuma. Os bandidos são dois cientistas que ele visita no zoológico. Além disso: O Morcego-humano é um péssimo vilão.

9) Cantiga Inflamável

batman cantiga inflamávelBatman: A Série Animada não entrega a época em que se passa – há arte déco misturada com computadores modernos e outros aparelhos eletrônicos – os criadores podiam mostrar qualquer coisa sem fazer a cultura de Gotham parecer muito contemporânea ou hip. Isso mudou um pouco quando a série passou a ser As novas aventuras de Batman, e isso nunca ficou tão claro quando nesse episódio, que focava em uma estrela pop chamada Cassidy, aquele tipo Blondie misturada com Rocky-Horror cantando no início do episódio foi hip como nunca.

E além de tudo isso, esse episódio nos apresenta Vagalume, que aqui não é nada além de um namorado de celebridade humilhado atrás de vingança. Ele não é exatamente um vilão de alto nível, mas foi utilizado para obter melhor efeito no episódio “Histórias Do Cavaleiro Da Noite”. Ainda nesse episódio, Bruce Wayne namora como um garotão de 19 anos, o que não é tão legal.

8) O Mecânico

batman o mecanicoDe todos os vilões do Batman, o que provavelmente ficou pior representado em B:ASA foi o Pinguim. Tendo sido criado nas canelas de Batman Returns, o animado Oswald Cobblepot era uma mistura estranha of the aristocrata dos quadrinhos e do habitante de esgoto do filme. Tentar fazer do Pinguim as duas coisas fez dele nada, um personagem com nenhuma razão discernível pra fazer qualquer coisa. Em despeito a isso a série tentou fazer alguns episódios decentes do Pinguim (e consertou boa parte do personagem em As Novas Aventuras de Batman), mas “O Mecânico” certamente não foi um desses.

Por que o Pinguim quer um controle remoto para o Batmóvel? Você provavelmente acha que é pra matar o Batman, Mas o Pinguim desvia de todas as oportunidades de arrebenta-lo na parede e acabar logo com isso. Se alguma coisa, ele parece só querer dar umas risadas, o que faz dele mais Coringa do que Pinguim. O mecânico do título, Earl Cooper, é um personagem interessante com uma boa história de fundo, mas além disso ele responde a pergunta que está em algum lugar perto do fim da lista de perguntas dos fãs do Batman, “Como se conserta o Batmóvel?” Acrescente alguma animação abaixo do padrão de qualidade – a perseguição no início faz o Batmóvel parecer um carrinho bate-bate – e você tem um episódio ruim.

7) O Profeta do Juízo Final

profeta do juízo finalFalando de bandidos pouco ameaçadores, o vilão desse episódio, um charlatão criado para a série chamado Nostromos, nem de perto parece ser uma ameaça. Batman descobre tudo no segundo em que o vê – ele está dizendo a pessoas ricas que coisas ruins vão lhes acontecer, então faz com que realmente aconteçam para que lhe deem dinheiro – e a namorada de Bruce Wayne da semana, a filha de um dos patronos de Nostromos, cai nessa também. Por alguma razão, Bruce finge cair nos planos do cara ao invés de arrebentar a cara dele imediatamente, e como resultado, sua namorada e o pai quase são mortos em um planetário. Isso só parece acontecer porque o show tem que ter meia hora.

6) Tigre, Tigre

batman tigre tigreEntão, esse episódio a mulher gato se transformou em um gato humanoide. (Ela ficou melhor.)

 

 

 

5) Trio do Horror

terribletrioBatman contra três ricaços idiotas. De cara, parece alguma realização de desejo, mas se torna eminentemente esquecível. Os três idiotas ricos com quem Batman luta nesse episódio não representam nada além do mais básico dos perigos para Batman e Robin, e a razão pra seus roubos é simplesmente tédio. Tudo isso faz desse um episódio abaixo da média de Batman. O que faz dele um dos piores é uma cena logo no início, onde Bruce Wayne atira em um country club com o trio do título. De todos os hobbies de Batman, porque diabos ele usaria uma arma?

4) Habitantes do Subterrâneo

300px-UnderdwellersO conceito por si só é completamente louco: dezenas de crianças de rua vivem em baixo das ruas de Gotham, minerando, fazendo roupas, só saindo para as ruas para roubar, todos comandados por um esquisitão usando metade de um par de óculos, O Rei do Esgoto (um personagem que não se baseou em nenhum vilão dos quadrinhos, mas com certeza em Fagin de Oliver Twist). Aparentemente esse homem vem mantendo as crianças debaixo da terra por algum tempo. Como ninguém tinha percebido antes? Crianças desaparecidas é uma coisa que as pessoas costumam notar.

O Rei do Esgoto não retribui a performance acima da média do dublador Michael Pataki. Ele é claramente um cara que adora atenção (e jacarés). Porque ele faz o que faz? Nós não fazemos ideia. O conceito é quase impraticável, as cenas nas quais Alfred tenta ajudar uma criança do esgoto mudo são num estilo bobo de sitcom e o final é engraçado, quando deveria ter sido tocante.

3) A Lua do Lobo

batman lua do loboEsse episódio é sobre um artista com monocelha chamado Anthony Romulus (isso mesmo, Anthony Romulus) que se transforma em um lobisomem quando toma uma esteroide desconhecido que inclui estrogênio de lobo em sua composição. É ridículo. Até mesmo mais do que a animação, que faz dele o lobo mais lento da história dos animais. O episódio é arrastado, como quando o Professor Milo conta a história de Romulus para o próprio Romulus, como se ele não soubesse. E então Batman derrota o lobisomem em uma cadeia de coincidências: Ele acha um grampo de cabelo no chão de um canteiro de construção para libertar-se de algumas correntes, e há uma escada apoiada exatamente onde ele precisa e eventualmente, o lobisomem é atingido por um raio. E no final, o lobisomem continua à solta em Gotham. Sem brincadeira.

2) A Febre do Arranhão de Gato
batman arranhão do gatoO primeiro erro desse episódio é tentar passar uma mensagem política em um série sobre um cara que usa orelhas de morcego e uma moça cujo capuz de gato cobre uma grande cabeleira loira. É legal dizer que testes com animais é ruim, mas esse papel é mais da mulher-gato do que do Batman.

O enredo é ridículo. Roland Daggett e Professor Milo infectam com vírus animais perdidos para que Daggett possa vender a cura. Parece uma maneira complicada de ganhar dinheiro. A Mulher-gato é mordida pelo próprio gato (o qual eles infectaram), e fica doente. Há uma cena adicional de uma moça drogada procurando seu gato, só para o caso de você não ter entendido. Por acaso, o plano é descoberto quando Batman joga alguns capangas na água gelada. Na verdade, Batman faz tudo. Ele tira a mulher-gato da cadeia, ele descobre todo o esquema, ele salva a Mulher-Gato quando ela fica doente. Ele até mesmo salva o gato dela. Para um episódio centrado na Mulher-gato, ela faz muito pouco.

1) Batman Está no Meu Porão

batman no meu porãoVocê pode dizer que esse é o pior episódio de B:ASA porque Batman fica a maior parte do tempo incapacitado, mas episódios bons como “Quase o peguei” e “O Homem que Matou Batman” provam que o Bats pode ficar na periferia de episódios bem escritos. Você pode dizer que o foco é nas crianças, mas “Histórias do Cavaleiro da Noite” prova que a maneira como as crianças veem o Batman pode fazer um bom episódio.

Então o que faz desse um episódio tão ruim? Não é nem mesmo o Penguin, a despeito de sua péssima caracterização nessa série. O fato é que, na maior parte do tempo, B:ASA nunca pareceu ser uma série infantil. Isso não significa que ele era inapropriado para crianças. Ao invés disso, era uma série que crianças e adultos podiam apreciar da mesma forma. Mas nesse único episódio, onde crianças de alguma maneira dirigem o Batmóvel e tem armadilhas no estilo Esqueceram de Mim, foi uma série infantil. Até as crianças acharam esse episódio lento. Batman tendo um lento duelo de chaves de fenda com o Pinguim não ajudou nem um pouco.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 thoughts on “Top Dez Piores Episódios de Batman – A Série Animada

  1. Rapaz…, A Série animada tão boa, e vc vai logo catar os piores episódios?
    Rsrsrs, só posso concordar com o asas de couro.
    Não sou nada fã dessa coisa de “Morcego-humano”, e o episódio foi chatinho mesmo.

  2. Agora vocês poderia fazer o ranking dos 10 melhores. E aliás, poderiam fazer com os desenhos relacionados e de mesma cronologia de Batman: A Série Animada, como Super-Homem: A Série Animada, Batman do Futuro, Liga da Justiça e Liga da Justiça sem Limites.

  3. Faz muito tempo que assisti, mas ainda lembro do que mais me incomodava: o Batman não sabia lutar! Mesmo no mano a mano o cara suava para ganhar de qualquer capanga. Alguém poderia dizer que ele ainda era inexperiente e tal, mas e quanto aos anos de treinamento em artes marciais ao redor do mundo antes de começar a agir?

  4. Só não concordo com ” Habitantes do Subterrâneo”, achei o ep bem desenvolvido e ninguém sentia falta das crianças porque eram pobres e orfãos e os cidadãos de Gotham não são os mais conscientes socialmente. Achei o final incrível. Animação boa demais essa, melhor que muita série por aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


This blog is kept spam free by WP-SpamFree.